Saiba tudo sobre silicone no bumbum

Muitas brasileiras já fizeram essa cirurgia. (Foto: iStock)Não tem jeito! A região do corpo feminino que mais atrai olhares do sexo oposto é o bumbum. Ele é a preferência nacional e as mulheres estão sempre em busca de artifícios para valorizar a região, para agradar o outro e manter a autoestima elevada, afinal quem não gosta de receber elogios? E com o avanço da medicina estética está cada vez mais fácil conquistar um bumbum perfeito.

Apesar de não alcançar o mesmo sucesso das prótese de mamas, líder absoluta no ranking brasileiro de cirurgias plásticas, a de bumbum ganhou repercussão quando a apresentadora Ana Maria Braga declarou ter recorrido à técnica para aumentar e melhorar os contornos dos glúteos. “A prótese é indicada para corrigir defeitos genéticos, alterações de forma e volume, que podem ser decorrentes da idade ou de variações de peso”, explicao cirurgião plástico Luiz Eduardo Mendonça Pereira (CRM-114141).

Para esclarecer mais sobre o procedimento, ele explica cada etapa.

Pré-operatório
É necessário realizar adequada avaliação pré-operatória, onde são realizados exames para avaliar a saúde do paciente.

Pós-operatório
A cirurgia costuma ser pouco dolorosa, controlados com analgésicos e antiinflamatórios usuais, o paciente tem de evitar deitar de barriga para cima por aproximadamente 20 dias e, dependendo do trabalho que exerce, poderá voltar às atividades em duas semanas, sem fazer esforço. A atividade física só fica liberada após dois meses da cirurgia, de forma gradual. E importante manter a região bem higienizada, pela proximidade da incisão com uma região contaminada.

A cirurgia
É feita com anestesia peridural e sedação ou geral, o procedimento tem duração aproximada de duas horas. “Realiza-se uma incisão no sulco inter-glúteo (prega entre as nádegas) e de difícil percepção, entre cinco e sete cm, com inclusão do implante de gel de silicone dentro do músculo glúteo moldando-o conforme a necessidade”, explica o médico. A incisão é fechada com pontos internos e externamente usa-se uma cola especial para se obter uma melhor cicatriz, que fica escondida entre as nádegas, ficando praticamente imperceptível. Logo após a cirurgia, o paciente deve colocar a cinta modeladora e permanecer usando-a por aproximadamente um mês, podendo ser retirada para as necessidades fisiológicas e o banho. “Analgésicos são indicados para aliviar a dor e, uma vez por semana, é indicado fazer drenagem linfática”, acrescenta.

Para quem é indicado
Qualquer pessoa saudável e que esteja próximo do peso ideal pode colocar no bumbum, desde que o objetivo seja aumentar, empinar ou melhorar o seu formato. O procedimento não é indicado para indivíduos obesos ou que possuem o bumbum muito flácido e caído, neste caso o lifting de glúteo é mais adequado.

Os riscos
Como na prótese de mama, a colocação de silicone no bumbum também apresenta riscos como hematoma, infecção, cicatrizes desfavoráveis e riscos anestésicos. “Por isso, é fundamental realizar a cirurgia em hospital adequado e com uma equipe médica capacitada, pois isso minimiza riscos e gerando bons resultados”, diz o médico. Vale destacar quem possui prótese de silicone pode viajar de avião e fazer mergulho em grandes profundidades, sem o risco de rompimento da prótese.

Resultados
Podem ser vistos logo após a cirurgia. Porém, devido ao inchaço, apenas com 15 dias é possível notar um pouco mais o resultado. E em dois meses, o resultado final é garantido.

Carregando...

YAHOO MULHER NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Entretenimento