Qual é a idade certa para se começar a usar maquiagem?

Ela quer ser mais madura do que a idade permite? Saiba como lidar (Foto: Thinkstock)
Sua filha tinha medo de pintar o rosto no carnaval e agora, de repente, ela está imersa no mundo da moda? Ela trocou os quadrinhos infantis por uma assinatura de revistas adolescentes, embora tenha apenas 13 anos? Não se preocupe, isso é normal, afinal, são poucas as chances dela ter chegado ao ensino médio sem demonstrar interesse em moda ou maquiagem (assim como em garotos, diga-se de passagem).

Leia também:
Criança com roupa de adulto?
Cicatrizes de acne são para sempre? Não é bem assim...
O modo correto de usar o iluminador

Da mesma forma que o desenvolvimento na pré-adolescência tende a variar muito de pessoa para pessoa, também são diferentes os interesses mais maduros na aparência e coisas do mundo adulto. Isso pode tornar o dilema da maquiagem ainda mais difícil. Quando é cedo demais? A resposta para essa pergunta depende de diversos fatores.

Se sua filha demonstra interesse em maquiagem muito cedo, pode ser difícil lidar com essa questão. Então, o que fazer?

Aqui vão algumas ideias e sugestões para ajudá-la lidar com o assunto:

1. Siga seus instintos, mas explique-se.
Se você realmente acha errado que sua filha use maquiagem, é importante que vocês conversem sobre seus motivos. Ela não precisa concordar com você, mas, ao discutir a questão, você precisa mostrar a ela que pelo menos a respeita o suficiente para dar uma explicação.

2. Observe as regras escolares como um modelo.
Em muitas escolas, o uso de maquiagem durante o horário de aulas é proibido. Com certeza isso não ocorre à toa.

3. É possível chegar a um acordo. Existe uma grande diferença entre usar um pouco de rímel e blush e usar make completo, com cílios postiços, curvex e toda a produção digna de uma estrela de cinema no Oscar. Se você está disposta a deixá-la usar maquiagem, discuta quais tipos de produtos e a quantidade.

4. Ajude sua filha a se maquiar do jeito certo.
Aprender a usar a maquiagem corretamente é uma arte, e não existe nada mais triste do que quem não a domina ousar pelos produtos e acabar parecendo um palhaço . Ainda mais se esse alguém frequenta a escola na adolescência, quando os jovens podem ser bem cruéis. Leve-a ao balcão de maquiagem numa loja de departamentos para que ela aprenda como aplicar a maquiagem da forma adequada. Alguns recursos, como o You Tube, também oferecem boas demonstrações dessa arte.

5. Independentemente de você deixá-la usar maquiagem ou não, é essencial que haja regras sobre esse assunto. Por exemplo, se você a proibir, certifique-se de que ela saiba as conseqüências caso a desobedeça. Se você permitir o uso de maquiagem, defina regras bem claras sobre o que você quer dizer.

Tomar essa decisão pode ser complicado, principalmente se sua filha se desenvolveu de forma precoce. O desenvolvimento físico não está necessariamente relacionado ao desenvolvimento emocional ou intelectual. Ela pode querer se parecer com a heroína de seu programa de TV favorito, mas será que ela entende como o mundo real a veria?

De modo geral, estudos já mostraram que garotas precoces estão mais propensas à depressão e problemas de autoestima. Isso pode ser difícil, principalmente se elas se vestem e agem acima de sua idade e de modo que não combina com seu corpo ou feições. Embora possam utilizar o visual, geralmente elas não estão preparadas para compreender as reações de fora, principalmente a atenção de garotos e homens mais velhos. Isso pode causar confusão, e até mesmo levá-las a situações perigosas.

Essa decisão é somente mais um rito de passagem como mãe. Lembre-se, você pode não estar preparada para ver sua filha crescer, mas ela vai crescer de qualquer jeito. Comunicação é o segredo para garantir que, mesmo que sua filha não concorde com sua decisão, pelo menos ela entenderá seu argumento.

Fonte: Yahoo! Shine

Carregando...

YAHOO MULHER NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Entretenimento