Homens, Mulheres & Sexo: quem gosta mais?

Situação 1: Ele chega em casa do trabalho cansado e stressado com chefe e com as horas extras que descobriu que vai ter que fazer na semana. Ela chegou em casa animadíssima, depois de ter passado na loja de lingerie e comprado um conjuntinho matador. Ela procura, dá beijinhos, fala umas sacanagens no ouvido e passa discretamente a mão no pau, pra constatar que ele não demonstrava nenhum sinal de vida.

Situação 2: Ele passou o dia inteiro pensando em sexo. Cogitou até bater umazinha pra aliviar a tensão, mas achou melhor guardar a vitalidade pra ela. Toma aquele banho e pula na cama com o menino já demonstrando a empolgação. Ela está vendo filme. Está cansada. Tudo o que mais queria era domir de conchinha ganhando cafuné. Ele insiste. Quer tascar-lhe um beijo de língua, daqueles que chamam pro sexo, mas ela corta com um delicado selinho. Ele acaricia, encoxa, beija o pescoço até que ouve justamente o que não queria ouvir naquele momento: “Amor, hoje não”.

Outros textos:
31 sinais de que ele está apaixonado
Sexo, simples assim - por uma realidade com menos regras e mais prazer


A questão sobre quem gosta mais de sexo é antiga e gera muitas discussões. Prova disso é uma enquete que fizemos no twitter perguntando: “Quem gosta mais de sexo – homem ou mulher?” A grande maioria (por volta de 90%) das mulheres que responderam disseram que a ala feminina é a mais fogosa. Os homens (por volta de 98%) disseram que são eles que gostam muito mais da coisa. Tem algo errado nesses números.

A desculpa biológica
O primeiro argumento usado pra justificar a ideia antiga de que homem gosta muito mais de sexo é a questão biológica. Homens tem entre 10 e 20 vezes mais testosterona que as mulheres. Além disso, os machos da natureza precisam fecundar o maior número de fêmeas para garantir a continuidade da espécie, ao passo que as damas têm a função de encontrar um parceiro forte e corajoso, que dê a devida assistência até que os filhos estejam criados.

Essa teoria serviria pra gente se fôssemos búfalos, borboletas ou girafas mas, como somos humanos e, portanto, racionais, essa teoria não se aplica. Já imaginou se saíssemos por aí atendendo todas as nossas vontades e impulsos sem pensar na consequência?

A desculpa dos precoces
Tem muito homem que reclama que a mulher não gosta de sexo, mas não tem ideia de como deixar uma mulher com tesão e, muito menos, fazer com que ela chegue ao orgasmo. Daí ficam com suas incansáveis “britadeiras” – quando não gozam na cueca – e reclamam que a mulher está ficando frígida. Fácil achar alguém pra botar a culpa invés de assumir suas próprias burradas, né?

Dúvido que tenha mulher que rejeite um sexo bem feito. Claro que ninguém é uma máquina trepadeira – tem dia que preferimos ficar deitada vendo Fantástico do que transar – mas, no geral, sempre estamos prontas se soubermos que vai valer a pena. Agora, se o sexo costuma ser  meia-boca, até novela das oito fica mais interessante.

O mito das santinhas
Outra problema de comunicação que acontece no quesito sexo entre homens e mulheres é a noção caduca de que mulher gosta de sexo sem sacagem. Isso podia ser um fato 50 anos atrás, quando as mulheres tinham que casar virgens, ser ótimas donas de casa e deixar o marido fazer o que ele quisesse com elas na cama – que geralmente se limitava em montar nelas e gozar o quanto antes, sem ao menos questionar se ela estava sentindo prazer. Compreensível, numa época em que o homem era o provedor e que a mulher se limitava a cozinhar, trocar fraldas e fazer tricô.

Hoje as coisas mudaram – mulher trabalha e tem total independência – mas as questões acerca do sexo ainda continuam evoluindo em passos de tartaruga. Mulher gosta sim de sexo com sacanagem e as que não assumem esse fato, é porque têm medo dos estereótipos que vão ter que carregar. Tem gente que ainda more de medo de ser taxada de puta por expressar seus desejos e vontades (escrevi, inclusive, um artigo) para o Papo de Homem sobre o tema).

Elas só pensam naquilo?
Difícil chegar numa conclusão acerca de quem gosta mais de sexo, já que cada um é cada um e generalizar pode trazer conclusões erradas. Mas um fato temos: mulheres gostam muito de sexo, mas esse precisa ser bem feito. Nós mulheres dispensamos sim uma “trepada só pra aliviar” se tivermos algo mais importante pra fazer. Apenas um pau duro nem sempre é tão influenciador pra gente como um par de peitos para eles. Afinal, qualidade é melhor que quantidade.

Leia mais no Casal Sem Vergonha

Carregando...

Siga o Yahoo Entretenimento