Preliminares

Sexo virtual pode dar 6 meses de cadeia

Nas Filipinas! Ficou assustado e já imaginou pra quem você ia pedir ajuda, né? Mas pode ficar tranquilo que, por enquanto, não vão conseguir trazer esse tipo de lei para o Brasil — pelo menos é o que a gente espera!

Leia também:
Sexualidade não se molda, se respeita

Se ele me ama tem que aceitar meus pneuzinhos?

Qual o papel da pornografia no relacionamento?

O que foi decidido nas Filipinas é que "a exposição lasciva de órgãos e atos sexuais, com auxílio de um sistema de computador" e postar imagens sexualmente SUGESTIVAS na internet são crime. Isso mesmo, se aquela sua foto de biquini deixar alguém interessado sexualmente, cadeia. Se aquela sua foto com roupa de monge deixar alguém sexualmente interessado, cadeia! Cada um se excita com uma coisa, não é?

Quem for saidinho demais para as normas morais do país pode receber uma multa em torno de US$ 6 mil e detenção por até seis meses. Tudo isso será fiscalizado por um Escritório de Cibercrime que, além de fiscalizar, vai acessar dados confidenciais das pessoas e até vender senhas de usuários. Só pra mim isso parece totalmente absurdo e invasivo?

O único senador que votou contra o projeto acredita que isso seja "legislar a moral" e a União Nacional de Jornalistas das Filipinas acha que tudo isso é "uma ameaça não apenas aos meios de comunicação, mas também ao público em geral e a qualquer pessoa com acesso a um computador e à Internet".

Vale lembrar que esse tipo de medida não faz o mínimo sentido em relação à sexualidade. Cada pessoa acha uma coisa sensual, sente tesão por determinado padrão e tem seus próprios fetiches. A proibição será feita baseada em conceitos de quem a fiscaliza, impondo a moral desse grupo de pessoas a toda a sociedade.

Pode parecer loucura, mas isso não lembra um pouquinho o que falei no último texto sobre a ideia de moldar a sexualidade das pessoas de acordo com o que um grupo de pessoas acha que é certo e aceitável?

As informações são do site Mashable.

Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda para mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).

Sobre Carol Patrocínio

Jornalista, passou por revistas impressas e pelos maiores portais do país. O interesse por escrever sobre sexo, comportamento e relações surgiu ao notar que essas informações poderiam melhorar a autoestima das mulheres e a percepção de si mesmas. Acredita que, muito mais do que prazer, sexo é autoconhecimento. Carol escreve no Preliminares desde dezembro de 2011.

Siga o Yahoo Entretenimento