Preliminares

Preliminares responde: para onde vai o sêmen depois do sexo anal?

O sêmen deixado no ânus é expulso pelo corpo naturalmente. (Foto: ThinkStock)Para muita gente sexo anal é uma ótima desculpa para não usar camisinha. É claro que essa não é uma boa ideia. A transmissão de DSTs continua existindo e os riscos são enormes, não importa o tipo de relação em que você está.

Mas como não há um fiscal do sexo para evitar que as pessoas sejam irresponsáveis e cada um faz o que quiser, resolvi responder uma pergunta que chega aos montes na minha caixa de e-mail: o que acontece com o material ejaculado no ânus?

Leia também:
Preliminares responde: meu namorado é gay?
Preliminares responde: qual o papel da pornografia no relacionamento?
Preliminares responde: É normal dormir durante o sexo?

Nada que entra no corpo e não tem utilidade para ele desaparece lá dentro. Quando você toma um remédio, por exemplo, seja por via oral ou por supositório, o corpo absorve o que interessa e despreza o resto por meio de processos naturais.

Com a ejaculação é a mesma coisa. O sêmen deixado ali é expulso pelo corpo naturalmente, seja por meio do cocô, seja por influência dos gases. E não adianta achar nojento, o ânus é a parte final do intestino, tudo o que tem lá dentro são gases e fezes.

Por algum motivo, homens acham o sexo anal algo incrivelmente sexy e morrem de vontade de fazer. Para as mulheres, existe o tabu e o medo, mas há, sim a possibilidade de ter prazer. O importante, sempre, é ter certeza do que se quer tentar, de que sua vontade seja respeitada se você quiser desistir e que haja intimidade para encarar os problemas que podem acontecer durante a performance.

Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda para mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).


Sobre Carol Patrocínio

Jornalista, passou por revistas impressas e pelos maiores portais do país. O interesse por escrever sobre sexo, comportamento e relações surgiu ao notar que essas informações poderiam melhorar a autoestima das mulheres e a percepção de si mesmas. Acredita que, muito mais do que prazer, sexo é autoconhecimento. Carol escreve no Preliminares desde dezembro de 2011.

Siga o Yahoo Entretenimento