Preliminares

Masturbação: uma mão lava a outra

Desde menina você escuta que não pode colocar a mão aqui ou ali, que não deve cruzar as pernas e segurá-las assim com força, que nada deve tocar aquela região sagrada. E você, quando pequena, fazia isso. Todas nós fazíamos, mesmo sem saber o que era, apenas seguindo o instinto de reproduzir algo 'gostoso' que tinha acontecido por acaso. Instinto.

Já para os meninos é um assunto normal e até tratado com orgulho. "Deixa o menino demorar um pouco mais no banho, ele tá naquela idade...".

Mas e quando o tema passa a ser masturbação a dois? Ah, aí sim é que a coisa fica ainda mais complicada - e gostosa!

Pra mim, o ciclo sexual deveria ser: beijo, masturbação, sexo. Preliminares não são nada mais do que isso: masturbação a dois bem feita. Ok, e sexo oral, mas esse é um assunto mais específico, que fica pra outro post. ;)

A masturbação individual serve para você conhecer seu corpo, descobrir o que dá prazer, como dá prazer, qual a melhor ordem das coisas... E masturbação não tem nada de parecido com sexo. É outra coisa, outra sensação. É você com você, sem preconceito, sem certo ou errado, só prazer.

E para que serve a masturbação a dois? Preparar para o sexo? Não! Masturbação a dois serve para conhecer o outro, que algumas vezes tem o corpo tão diferente do nosso e outras vezes pode ter as mesmas características físicas, mas sensações completamente diferentes. E, para isso, o outro deve suspirar, respirar mais rápido quando der vontade, gemer, segurar a mão no lugar em que ela está e pedir para continuar...

Da mesma maneira que para conhecer as ideias de alguém você bate um papo, para conhecer as preferências sexuais da pessoa a quem você quer dar prazer, vocês se masturbam juntos. E aí não há segredo: é mão na coisa, coisa na mão. Não há mistério.

Mas há nuances. Não queira ir direto ao ponto. Conheça o corpo inteiro da pessoa - tem um filme em que o Ponto G de uma garota é atrás do joelho, por exemplo -, cada pequena parte, cada característica única, a sensação que cada tipo de toque dá. Uma assopradinha pode ser muito melhor do que um toque em alguns caso. Outras vezes a língua funciona muito melhor do que os dedos. Pernas, seios, pele... vocês têm tantas possibilidades. Use a imaginação!

E isso não é para ser feito só uma vez, ou só no começo da relação. Masturbação a dois é a saída para uma vida sexual feliz, realizada. Você não conseguirá fazer seu namorado feliz, sexualmente, se não conhecê-lo. Não dá pra adivinhar o que cada um curte. Explore.

Torne o momento da masturbação uma hora especial do casal. Divirta-se, ria, gema, diga o que vier a cabeça, não se reprima, não se reprima, não-se-re-pri-ma! Sexo é uma das experiências mais incríveis que um casal pode ter, aproveite-a da melhor maneira.

E agora mata a minha curiosidade, na sua relação, há espaço para a boa e velha masturbação? ;)

Sobre Carol Patrocínio

Jornalista, passou por revistas impressas e pelos maiores portais do país. O interesse por escrever sobre sexo, comportamento e relações surgiu ao notar que essas informações poderiam melhorar a autoestima das mulheres e a percepção de si mesmas. Acredita que, muito mais do que prazer, sexo é autoconhecimento. Carol escreve no Preliminares desde dezembro de 2011.

Siga o Yahoo Entretenimento