Preliminares

Descubra como seu corpo reage quando você se interessa por alguém

O que você sente quando fica apaixonada? (Foto: iStock)Sim, o corpo fala. Mais ainda quando o assunto é sexo. Na verdade, o corpo é quem gera todas as sensações e necessidades que você sente ao ver aquela pessoa, que mexe com você e você nem entende muito bem o motivo.

Há pesquisas que dizem que quando a mulher está ovulando ela tem mais queda por homens com traços masculinos bem marcados e quando está menstruada fica mais apegada a rostos suaves e delicados.

Leia também:
Cérebro, o grande culpado pelo amor e sexo
Você pensa demais ‘naquilo’?
Sexo é bom e faz bem à saúde

Você não tem controle sobre nenhuma dessas preferências ou sensações, elas apenas dominam seu corpo. É claro que você pode escolher ignorar todas elas, mas elas não deixarão de estar por ali...

Assim que você coloca os olhos sobre a pessoa que te deixa com as pernas meio bambas seu cérebro começa a produzir endorfina. Sabe aquela sensação de euforia que chega durante os exercícios físicos? Então, é ela!

Depois disso começa a rolar uma produção de hormônios que bate com tudo nos seus ovários. E o cérebro começa a produção de adrenalina – aquela sensação do coração batendo mais rápido, você sem conseguir se concentrar direito e o foco de tudo sendo a tal pessoa.

Quando você sente algo além da atração sexual, normalmente semanas depois do primeiro olhar, a dopamina começa a agir. Ela é conhecida como o hormônio do amor e é liberada pelo corpo naturalmente. Ao persistir, essa sensação faz com que seu cérebro reforce a produção do fator de crescimento neural - proteína que intensifica o desenvolvimento das células dos sistemas nervosos, deixando-a mais atenta e inteligente.

A última substância que seu corpo produz é o cortisol, que está diretamente ligado ao estresse. Mas essa é uma das poucas vezes que é um estresse positivo, que a faz se sentir nas nuvens por causa da pessoa amada e a ajuda a ativar o lado racional do cérebro para que você pense se a relação vale a pena. Esse passo acontece depois de meses de relação e é quase uma mãozinha da seleção natural para que você não se mantenha em um encrenca!

Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda para mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).a


Festa Junina

Sobre Carol Patrocínio

Jornalista, passou por revistas impressas e pelos maiores portais do país. O interesse por escrever sobre sexo, comportamento e relações surgiu ao notar que essas informações poderiam melhorar a autoestima das mulheres e a percepção de si mesmas. Acredita que, muito mais do que prazer, sexo é autoconhecimento. Carol escreve no Preliminares desde dezembro de 2011.