Mãe de Salto Alto

Mães que são novas mulheres

Desde que minhas filhas nasceram agradeço todos os dias por ter um trabalho que me permita curtir bastante cada progresso delas. Vi quando o primeiro dentinho da Nina apareceu, quando ela sorriu pela primeira vez, quando falou a primeira palavrinha, quando deu o primeiro passinho. Com a Maitê, graças a Deus, tudo isso vai se repetir.
Trabalho bastante e num horário complicado (entro às 5h), mas consigo dedicar quase que meu dia inteiro às duas. É o máximo!

Pena que não é a regra. Hoje em dia, ao contrário da maioria das mães do passado, as mulheres e trabalham e não conseguem se dedicar muito aos filhos. Tenho várias amigas que reclamam disso, que acabam curtindo as crianças nos finais de semana. Por isso mesmo, quem vê todas as fofurices do início da vida, em muitos casos, são as babás. Que frustrante! Pras mães e para os bebês!

Pensando nisso, algumas amigas decidiram abrir mão da profissão, de carreiras estáveis. E eu resolvi contar o exemplo delas pra você que está pensando em fazer a mesma coisa. Quem sabe não te inspira?

Uma delas é minha amiga de longa data (20 anos!!!): a jornalista e blogueira Roberta Lippi. Roberta tinha uma carreira promissora no jornalismo econômico, chegou inclusive a escrever livro sobre o assunto, mas queria mais tempo para a Luísa (minha afilhada) e para a Rafaela. Resultado: da vontade de contar suas experiências nasceu o blog "Meu projetinho de vida". Deu tão certo que Roberta mergulhou em outro projeto com outras três mães: o Mamatraca. A definição do que é o site é muito legal, diz assim: "Mamatraca é um espaço para dar voz às mães reais, aquelas que sabem que não existem regras ou perfeição nessa jornada tão incrível e ao mesmo tempo desafiadora que é a maternidade. Mediado por quatro mães blogueiras, o Mamatraca com seu formato pioneiro traz diariamente os mais variados temas desse rico universo, abordados com naturalidade e humor, sem aquela idealização dos comerciais de margarina ou do mundo das celebridades. Aqui você vai encontrar de tudo: comportamento, carreira, escola, amamentação, viagens, dicas e, principalmente, boas histórias e depoimentos."

Hoje Roberta está muito feliz. Tem tempo para as meninas e faz o que gosta no tempo que está livre. Encara como trabalho, claro, mas encara com leveza, curtindo!

Tem mães que não tem tanta coragem de abandonar tudo mas, devagarzinho, vão se embrenhando nesse universo infantil delicioso e que a gente só conhece quando tem filho. No caso da Albertina e da Valéria foi assim. As duas só perceberam que gostavam e levavam jeito para decorar festas infantis quando o João e a Malu nasceram. As duas são jornalistas, apaixonadas pelo que fazem, mas que buscam mais tempo com as crianças e uma atividade mais lúdica no cotidiano. No caso delas, pesou o fato que, quando o João ia fazer um aninho, ele pediu o tema Galinha Pintadinha para a Tina e ela não encontrou nada pronto. Desenvolveu todo o tema da festa e arrasou! A partir daí, todas as amigas quiseram que ela decorasse os aniversários dos filhos!

Tina e Valéria ainda não tem coragem de largar tudo para se dedicar só a essa nova profissão mas, quem sabe um dia? A ideia é essa!

E aí? Sua história é parecida com a das minhas amigas? Me escreva contando! Quero muito saber!

Beijos

Pati

Sobre Patrícia Maldonado

Patrícia Maldonado, 37 anos, é mãe de Nina e Maitê, além de esposa, filha, dona de casa e apresentadora de TV (atualmente ela está na Band). Ufa! Apesar de parecer que a vida dela é um caos, dá tudo certo no fim! No blog Mãe de Salto Alto, Patrícia escreve sobre os desafios da maternidade, repercute notícias sobre o tema e fala de suas experiências como mãe. O objetivo é trocar ideias! Um bate-papo virtual.

Siga o Yahoo Entretenimento