Mãe de Salto Alto

A hora de desfraldar a criança

Tem dias em que eu acordo e me pego olhando minha filha mais velha, Nina...minha mãe sempre diz que a gente vê o tempo passando rápido quando tem filhos e, olhando pra minha, eu percebo que é a mais pura verdade!

Leia também:
Gripe em recém-nascido é coisa séria
A polêmica das vacinas

Parece que foi outro dia que ela nasceu e agora está "grande", cheia de opinião, de personalidade, falando tudo. Que fofa! Não é mais o meu nenê, é uma menininha que se revela, que descobre um pouquinho mais da vida a cada dia. Apaixonante!

Bom, já que ela está crescendo, com um ano e 10 meses, nada mais justo do que abandonar chupeta, fralda, mamadeira, essas coisas de nenê, como eu mesma falo pra ela. Mas como é difícil! Nessas horas ela volta a ser o meu nenê.

Adora a chupeta, a mamadeira...confesso que a fralda eu pensei em tirar no começo do ano, antes da Maitê nascer, mas fui desestimulada por várias amigas que fizeram isso antes de ter o segundo filho e que tiveram que voltar atrás.

Conversei na escolinha e a pedagoga disse que, quando eu decidir, a escola terá um papel importante no processo, até porque ela passa metade do dia dela na escola. Essa semana então cheguei à conclusão de que preciso começar a pensar nisso.

Ela está incomodada com a fralda, se a gente bobear ela arranca! Além disso, sempre que vai fazer xixi ou cocô ela avisa. Os médicos dizem que se a fralda começa a incomodar e a criança percebe quando está prestes a fazer suas necessidades, é batata: chegou a hora!

Vou começar o processo todo essa semana e vou dividir com vocês aqui no blog. Mas,  antes mesmo de começar, divido as dicas que recebi (de amigas, da minha mãe, da pediatra, da pedagoga):

- Pedir ajuda para as professoras da escola é ótimo (para continuar na escola o processo que já está acontecendo em casa);

- Levar a criança no banheiro de 20 em 20 minutos, mesmo que ela não peça, pra evitar acidentes;

- Comprar um peniquinho de criança, pra que ela tenha prazer de se sentar lá;

- Comprar calcinhas fofas e mostrar que ela vai usar a mesma coisa que a mamãe, a vovó, a amiguinha;

- Comprar fraldas que parecem shorts, próprias para esse momento (fáceis de tirar e por, com elásticos na cintura)...

Bom, já comprei as calcinhas, a fralda, o penico, vou conversar na escola e vou me empenhar em levá-la ao banheiro de 20 em 20 minutos. Se vai dar certo e quantos "acidentes" vão acontecer até lá eu não sei, mas vou adorar dividir com vocês!

Beijos,
Pati

Sobre Patrícia Maldonado

Patrícia Maldonado, 37 anos, é mãe de Nina e Maitê, além de esposa, filha, dona de casa e apresentadora de TV (atualmente ela está na Band). Ufa! Apesar de parecer que a vida dela é um caos, dá tudo certo no fim! No blog Mãe de Salto Alto, Patrícia escreve sobre os desafios da maternidade, repercute notícias sobre o tema e fala de suas experiências como mãe. O objetivo é trocar ideias! Um bate-papo virtual.

Siga o Yahoo Entretenimento