• Especialista indica uma peça nova a cada dois anos para evitar problemas de saúde; escolha depende do biotipo e posição de dormir.

    Postura correta ao dormir é imprescindível para um repouso de qualidade.

    Rita Cássia, especial para o Yahoo!

    O travesseiro, seu melhor amigo na hora do sono, pode ser o grande responsável por doenças respiratórias e de pele. Possível fonte de fungos e bactérias, a peça dever ser trocado a cada dois anos. Um prazo de validade que independe da aparência do produto e pode te livrar de um pesadelo chamado alergia.

    Segundo a consultora do sono da Duoflex – empresa especializada na produção de travesseiros –, Renata Federighi, não há como evitar a proliferação de microorganismos. “Enquanto dormimos, é natural eliminar lágrimas, saliva, coriza, suor e oleosidade. Toda essa secreção é alimento fundamental para os ácaros e nosso travesseiro acaba virando fonte de contaminação durante o sono”, alerta.

    Para minimizar a presença dos ácaros e garantir bons sonhos, a especialista indica deixar o travesseiro no sol toda semana, guardá-lo em

    Saiba mais »de A hora certa para trocar o travesseiro
  • Saiba como manter a ordem pode facilitar a limpeza e enxugar a lista de compras.

    Organização deve ser rotina desde cedo.

    Você já perdeu horas procurando algum objeto ou roupa que queria usar naquela ocasião especial? Já jogou alimentos no lixo por causa do vencimento? Pior, já parou para pensar na demora para limpar a sua casa devido à bagunça? Se tudo isso incomoda, adote um hábito simples para otimizar seu tempo e reduzir gastos desnecessários: seja organizado.

    Está na dúvida se o sacrifício vale à pena? Então pegue uma calculadora e comece a somar tudo o que deixou de fazer por falta de uma boa organização no seu lar. O processo de adaptação é mais tranquilo do que parece. Inicie pela cozinha, olhando a validade de todos os mantimentos e organizando o armário a partir do prazo estipulado para o consumo. Os mais antigos devem ficar sempre na frente.

    Se conseguir arrumar por tipo de alimento, na hora das compras fica mais fácil lembrar tudo o que tem em casa para evitar o consumo desnecessário. A tática é a mesma para

    Saiba mais »de Casa organizada: economia de tempo e dinheiro
  • Picadas e mordidas de insetos

    Picadas mordidas de insetos podem causar reações alérgicas.Insetos são seres muito bem adaptados, que habitam todos os cantos do planeta. Entre eles, então os mosquitos, que podem transmitir doenças por meio de suas picadas e mordidas.

    Mas existe diferença entre entre picada e mordida? Sim! Pode parecer estranho, mas elas são classificadas de acordo com os mecanismos usados pelos insetos na hora do "ataque".

    Entenda o que difere as mordidas das picadas, e quais suas consequências. Assista ao vídeo:

    Veja também:
    A diferença entre o inseticida e o repelente
    Como evitar acidentes domésticos
    Alergia e seus diferentes tipos

    Saiba mais »de Picadas e mordidas de insetos
  • Lavar e guardar o enxoval de maneira adequada garante maior durabilidade das peças.

    Use pouco sabão e amaciante na hora de lavar as toalhas. Foto: Getty Images

    Nada melhor do que chegar em casa depois de um dia estressante, tomar um banho e deitar em uma cama limpa e cheirosa para descansar. Um conforto merecido e que não requer gastos absurdos, basta um cuidado especial na forma de lavar e armazenar seu enxoval.

    Lígia Andrade, 39 anos, é gerente de uma loja especializada na venda de roupas de cama e banho e orienta os clientes como garantir vida longa às toalhas, lençóis e cobertores. “Sempre aconselhamos a seguirem orientação das etiquetas, mas sabemos que, na prática, nossa dica é mais lembrada. A primeira delas é lavar separadamente as peças, conforme o tipo de tecido.”

    Produtos mais leves como lençol e fronha não devem se misturar com outras roupas. O correto também é respeitar as cores. “As peças escuras precisam ser lavadas separadamente. Sugerimos o uso de sabão neutro, além disso, a máquina de lavar deve estar selecionada no botão indicado para cada

    Saiba mais »de Cuidados especiais com as roupas de cama e banho
  • Invista em criatividade e receitas de baixo custo para espantar definitivamente os ‘penetras’ que se acomodam no seu lar.

    Temperos com cheiro forte podem ser aliados contra as pragas.

    Animais e insetos são essenciais para o equilíbrio do ecossistema. Mas e quando os bichos decidem fazer da sua casa o habitat natural? Formigas, baratas, cupins, pulgas, morcegos, ratos ou pombos não são o que se pode chamar de boa companhia. Isso, sem contar as doenças transmitidas pela aglomeração dos indesejáveis visitantes. Para quem não consegue se livrar das pragas, acalme-se, técnicas caseiras são capazes de salvar o seu lar.

    No topo da mais insistente em fazer da sua cozinha a própria sala de estar está a formiga.  As pequenas trabalhadoras que tanto incomodam quando invadem o seu espaço, podem ser facilmente convidadas a se retirar se adotar um passo simples: eliminar as migalhas. Se não há comida, não há motivo para circularem naquele ambiente.

    Elas também precisam de água para sobreviver, então, acabe com as poças que ficam em vasos de flor, no quintal

    Saiba mais »de Acabe com as pragas sem perder a paciência
  • Eficazes contra a sujeira, produtos naturais ocupam o lugar dos químicos na hora da faxina.

    Produtos químicos agridem a saúde e o meio ambiente

    Moderno é ser ecologicamente correto, até na hora da limpeza de casa. Em pleno século 21, receitas da época da vovó voltaram definitivamente à moda. Baratos, fáceis de usar e com ação bactericida, produtos naturais como limão, vinagre, bicarbonato de sódio, canela e gelo substituem o mágico multiuso e têm função dupla na hora da faxina: além de poderosos contra a sujeira, são sustentáveis.

    Quaisquer produtos químicos – por menor que seja a concentração tóxica – agridem o meio ambiente e a saúde. “Pele e unhas maltratadas são a prova de que o composto prejudica nossa vida. Vamos imaginar tudo isso descartado no esgoto. Não tem como visualizar uma cena positiva”, alerta o biólogo Henrique Seixas.

    Uma solução ecológica para minimizar o estrago e manter o ambiente limpo é recorrer aos biodegradáveis. Dica útil para eliminar o bolor é usar o bicarbonato de sódio, que deve ser diluído em água e

    Saiba mais »de Solução ecológica para manter a casa limpa
  • Repelentes são fundamentais para proteger contra os insetos.Já perceberam que os mosquitos mordem algumas pessoas, e outras não? Isso acontece porque esses insetos são atraídos por uma combinação de odores, entre eles a transpiração e perfumes.

    Como eles transmitem doenças, é muito importante se prevenir. E a principal arma que temos contra eles são os repelentes e os inseticidas, que mudam nossos odores e espantam os insetos.

    Esses produtos têm diferentes métodos de ação, e devido às substâncias presentes neles, devem ser usados de maneira cuidadosa. Saiba como os inseticidas e os repelentes funcionam e como usá-los para proteger a sua família contra os mosquitos.

    Veja também:
    Repelentes sonoros: será que funcionam?
    Os perigos das migalhas para atrair insetos

    Saiba mais »de A diferença entre o inseticida e o repelente
  • Entenda quais as alegações dos novos apps que prometem repelir mosquitos e saiba como proteger de fato sua família.

    Entenda como funcionam os repelentes sonoros

    Nos últimos tempos o mercado tem visto o surgimento dos chamados repelentes eletrônicos ou sonoros. As últimas versões podem ser convenientemente baixadas no celular, em aplicativos como Mosquito Repelente e Anti Mosquito – Sonic Repeller. Além das versões para celular há ainda outras disponíveis para download em computador, CDs e relógios de pulso repelentes.

    Todos eles funcionam da mesma forma: ao produzir um som de alta frequência (ultrassom), garantem manter os mosquitos longe, já que esses animais achariam o som desagradável. A ideia é que, com o aplicativo próximo a você, os mosquitos não se aproximariam.

    Segundo o Prof. Dr. Carlos Fernando S. Andrade, do Departamento de Biologia Animal da Unicamp, que estudou longamente o assunto, as alegações costumam variar entre três tipos: que o som produzido reproduz o dos machos e portanto repele as fêmeas que já estão

    Saiba mais »de Repelentes sonoros: será que funcionam?
  • Evitar alguns hábitos pode ajudar a manter bichos indesejáveis longe de sua casa

    Pequenas, as migalhas podem fazer um grande estrago

    Dentro de casa, o uso de inseticidas e repelentes ajuda a combater o aparecimento de insetos, mas a presença de algumas espécies deles pode ser evitada de forma ainda mais simples: com a mudança de alguns hábitos cotidianos. O principal deles está ligado às migalhas que espalhamos pela casa ao comer em locais diversos. Comer na cama e no sofá, por exemplo, é um hábito a ser extirpado. Também é preciso evita deixar comida exposta em vasilhas para animais de estimação.

    Entre os insetos que podem ser atraídos pelas migalhas e restos que deixamos estão principalmente as baratas e moscas, que são atraídas para o interior de apartamentos e casas por restos de comida deixados tanto por humanos quanto por animais domésticos.

    “Baratas e moscas possuem um sistema olfativo muito eficiente, e são capazes de detectar o cheiro desses alimentos”, explica o entomologista Sergio Antonio Vanin, do Instituto de Biociências

    Saiba mais »de Os perigos das migalhas para atrair insetos
  • Produtos de limpeza devem ficar fora do alcance dos pequenos.Todos os anos, milhares de crianças vão ao hospital por conta de acidentes fáceis de evitar.

    A cozinha e o banheiro são os locais da casa onde a maioria dos acidentes acontecem.

    O uso de travas e a adoção de práticas simples, como deixar os cabos das panelas para dentro, ajudam a prevenir os problemas.

    Vejas dicas de segurança no programa:

    Saiba mais »de Como evitar acidentes domésticos

Paginação

(20 artigos)