• Cera quente ou fria? Entenda a diferença e acerte na escolha

    Certeza de que o produto é descartado ainda estimula mulheres a optarem pela cera fria, apesar de a quente provocar menos dor

    Cera quente provoca menos dor (Foto: Getty Images)

    Encarar a depilação todos os meses não é o momento beleza mais divertidos para as mulheres. Acredite!  Apesar de muitas serem tolerantes à dor, o desconforto de remover os pelos direto da raiz é inevitável. Mas você já parou para pensar qual é o tipo de cera ideal para cada pessoa: a quente ou a fria?  As duas técnicas têm a mesma durabilidade, pedem manutenção a cada 20 dias, mas algumas características podem fazer você mudar de ideia quanto ao método que está usando. Entenda a diferença entre elas e acerte na escolha.

    Cera quente
    Não há como negar, a cera quente é a mais pedida nos espaços de depilação por um motivo muito óbvio, ela provoca menos dor. “O calor ajuda a dilatar os poros e os pelos são retirados com mais facilidade. A tendência é sentir menos dor”, explica a depiladora Maristela Regina Toscano, que atua na área há 20 anos, atualmente, em um salão de beleza na capital de São Paulo.

    Muito utilizada para depilar regiões íntimas e axilas, a cera quente tem ação

    Leia mais »from Cera quente ou fria? Entenda a diferença e acerte na escolha
  • Pelos brancos X pretos: o que muda na hora da remoção?

    Com a perda da melanina, fios ficam menos resistentes e nem todas as técnicas de depilação são efetivas; saiba como protegê-los

    Hidratação frequente e o uso de filtro solar ajudam na proteção do pelo grisalho (Foto: Getty Images)

    Sabia que homens e mulheres com cabelos grisalhos são mais suscetíveis a pelos brancos em outras regiões do corpo? Sim, a perda de melanina, que dá cor e protege o fio, é comum em pessoas com menos de 40 e depende de uma série de fatores, como a questão hereditária e o estado emocional. Inevitavelmente surge uma dúvida: o que muda na hora da depilação?

    A primeira observação da dermatologista Thaís Jerez, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, é que os fios sem a melanina ficam “desprotegidos, menos resistentes, quebrando com facilidade e também menos elásticos”. Isso significa que a tradicional cera ou os depiladores elétricos podem não ser tão efetivos na remoção deste tipo de pelo.

    Mas calma, há uma saída para deixá-los, digamos, blindados. “Os cuidados com estes fios devem ser redobrados: hidratações frequentes e o uso de cremes com filtro solares (e do próprio filtro solar, no caso de outras partes do corpo) ajudam na sua proteção”, orienta a médica. É claro que a dica

    Leia mais »from Pelos brancos X pretos: o que muda na hora da remoção?
  • Receitas de esfoliantes naturais para manter as pernas lisinhas

    Capriche na esfoliação uma vez por semana usando ingredientes disponíveis em qualquer cozinha como açúcar, sal, azeite e iogurte

    image

    Durante o verão, nada mais apropriado do que tirar do guarda-roupa todos os vestidos saias e shorts curtos. E para exibir as pernas, sem medo, durante a estação mais quente do ano, aposte na esfoliação e deixe a pele hidratada e longe dos pelos encravados. Com ingredientes naturais e de baixo custo, é possível preparar receitas caseiras capazes de remover as células mortas e deixar a pele lisinha.

    Especialista no assunto, a dermatologista Flávia Ravelli explica que a esfoliação pode ser realizada, no máximo, duas vezes por semana. Isso, dependendo do tipo de pele da pessoa. Se for mais sensível e ficar irritada com facilidade, o cuidado deve ser maior. Além disso, a médica ressalta que é bom evitar o processo uma semana após a depilação.

    Esfoliar as pernas, aliás, previne a foliculite (inflamação no folículo capilar), comum em mulheres que usam calça jeans apertada durante o inverno ou que tenham o pelo muito grosso. Como elimina as camadas mais superficiais da pele, a esfoliação

    Leia mais »from Receitas de esfoliantes naturais para manter as pernas lisinhas
  • A melhor técnica de depilação para cada parte do corpo

    Antes de optar pelo método ideal leve em consideração a espessura do pelo a sensibilidade de áreas como rosto e região íntima

    Ceras quente, morna e fria são os métodos mais eficazes na depilação das pernas (Foto: Getty Images)

    Você utiliza o mesmo método para eliminar os pelos de todas as partes do corpo? A publicitária Roberta Prado não. Ela usa creme depilatório para depilar o buço, cera quente na área íntima, depilador elétrico nas pernas, lâmina na axila e pinça na sobrancelha. Ufa! Conseguiu decorar? Na verdade, nem precisa, pois o tipo de depilação mais eficaz para cada área depende do volume e espessura dos pelos e de quanto a região é sensível.  

    “Cada pessoa tem uma preferência. Levando em consideração a quantidade de pelos, o ideal é escolher o método que se adapte com o tipo de pele. Lembrando que é preciso respeitar a sensibilidade. Não recomendamos creme depilatório na virilha, por exemplo, (pode causar alergia), nem cera quente no buço (pode provocar queimadura)”, afirma a depiladora Larissa Mattos da Silva.

    No caso da publicitária, a explicação para as suas “mil maneiras” para acabar com os pelos é simples. “Fiz depilação a laser na axila e buço, como restaram poucos pelos, as alternativas

    Leia mais »from A melhor técnica de depilação para cada parte do corpo

Paginação

(168 histórias)

Tudo sobre depilação No Facebook

Enquete Yahoo!
Carregando...
Opções de escolha da enquete