Posts do blog de Carol Patrocínio

  • Revista de moda coloca mulher gorda, sem retoques, na capa. Qual a importância disso?

    Foto: Reprodução/ Revista ElleFoto: Reprodução/ Revista Elle


    Mês me maio chegando e milhares de títulos chegando às bancas. Nada de novo sob o sol, certo? Errado. Nesse belo mês a equipe de uma revista respirou fundo e resolveu fazer algo que nenhuma revista de moda brasileira ainda tinha feito: colocou uma mulher gorda na capa – a Juliana Romano, que está MA-RA-VI-LHO-SA.

    Mulheres gordas existem, basta olhar ao redor para constatar. Então porque elas nunca aparecem em capas? Por que sempre têm suas curvas photoshopadas quando aparecem em algum lugar? E estou falando de mulheres gordas de verdade, não aquelas das campanhas de real beleza, que são grandes, mas com tudo durinho e no lugar em que o padrão gostaria que fosse.

    A revista que fez isso foi a Elle, apenas a maior de moda no mundo. E foi no iPad. Ok, não é o mundo perfeito, mas existe a representatividade e as vendas se mantém, já que a edição que vai para as bancas leva uma capa espelhada e mostra você, mulher normal, na capa.

    Mas por que isso tudo é tão importante? Exatamente porque

    Saiba mais »de Revista de moda coloca mulher gorda, sem retoques, na capa. Qual a importância disso?
  • Fuja das doenças ginecológicas do verão

    Sol, praia, biquíni, piscina, churrasco com os amigos e diversão. O verão é a estação do ano mais esperada para quem pode tirar férias e curtir tudo de bom que o calor pode oferecer. Mas nem tudo são flores. Com todo esse calor, algumas doenças aproveitam para se instalar na sua vagina.

    Tome certos cuidados e evite que as doenças atrapalhem seus dias de sol! As atitudes básicas que servem para evitar qualquer doença são:
    - Não permanecer por mais de três horas com roupas de banho úmidas ou molhadas;
    - Não compartilhar sabonetes, peças íntimas ou toalhas;
    - Usar roupas leves;
    - Optar por sabonete neutro;
    - Secar roupas íntimas ao sol;
    - Alimentação balanceada

    Conheça as principais doenças do verão:

    Candidíase
    Sintomas: coceira e ardência vaginal, dor ao urinar e corrimento branco granulado
    Causas: fungos
    Como evitar? Usar biquíni molhado ou úmido por muito tempo causa um ambiente propício para a proliferação de fungos

    Tricomoníase
    Sintomas: corrimento amarelo, coceira, dor e

    Saiba mais »de Fuja das doenças ginecológicas do verão
  • Por que os ensinamentos de Julien Blanc, o suiço que ensina “pegar mulher”, são péssimos?

    Não sei se vocês sabem, mas antes de escrever o Preliminares eu já escrevia sobre sexualidade e comportamento. O foco era, na época, meninos adolescentes. No Garotas: Modo de Usar, que era como uma bula sobre mulheres, eu ensinava os meninos tudo o que lhes foi cobrado sempre, mas nunca ninguém os ensinou: lidar com o sexo oposto.

    Não, a gente não nasce sabendo. E lá por 2007/2008 não era comum alguém ensinar isso, os treinadores de paquera só aparecer alguns anos depois. O problema é que no meio dessas pessoas apareceram algumas péssimas, como é o caso do Julien Blanc, um suiço que ganha milhares de dólares para dar “aulas” sobre como se aproximar das mulheres. O problema é que ele só ensina besteira!

    Nas últimas semanas ele esteve na Austrália, mas quando o conteúdo do “curso” se tornou público, seu visto foi retirado e ele precisou ir embora. No Reino Unido e Canadá estão rolando petições para proibir sua entrada. E adivinha se o Brasil não está no roteiro do cara? Claro que está!

    Saiba mais »de Por que os ensinamentos de Julien Blanc, o suiço que ensina “pegar mulher”, são péssimos?
  • Sem pressa para engravidar: exame detecta o tempo fértil da mulher

    Não importa o quanto a tecnologia avança, o tempo continua passando da mesma forma. Envelhecer não é um problema apenas estético, é uma questão de mudança no funcionamento do nosso corpo. Para mulheres que desejam engravidar - lembrando que nem todas têm esse desejo e não há problema nisso -, o tempo é um inimigo ainda mais implacável.

    “A mulher não consegue estocar óvulos de forma natural, o envelhecimento é um processo normal e essa perda vai aumentando com o passar dos anos”, explica o ginecologista Joji Ueno, responsável pelo setor de Histeroscopia Ambulatorial do Hospital Sírio Libanês e Diretor na Clínica Gera. Mas o que fazer para descobrir se está na hora de ter filhos ou se ainda é possível esperar mais um tempinho?

    Um exame de sangue tem o poder de avaliar a quantidade de óvulos ainda disponíveis – sim, temos um número exato de óvulos que serão produzidos durante a vida. “Este exame consegue medir de forma precisa o hormônio antimülleriano, indicando quantos óvulos a mulher

    Saiba mais »de Sem pressa para engravidar: exame detecta o tempo fértil da mulher
  • Por que o cavalheirismo é ruim para as mulheres?

    Não sei se vocês sabem, mas eu sou gordinha - vocês vão entender a importância dessa informação logo, prometo – e ontem passei por um momento bem constrangedor, que me fez pensar nessa questão de cavalheirismo. E em como ele se difere da gentileza.

    Entrei no trem com duas amigas. Estávamos conversando, numa boa. Um cara, sentado em assento preferencial, olhou para mim e perguntou “é gestante”? Prontamente respondi: “não, sou apenas gorda”. E dei um sorriso. Aí você pode pensar: mas, Carol, por que ser grossa com o moço? E eu respondo: porque ele não estava sendo gentil, nem educado, ele estava apenas seguindo a lei e fazendo isso de uma forma bem horrível – ele nunca pensou que uma mulher pode ficar ofendida com essa pergunta? Ou que ela pode ter acabado de perder um bebê? Ou que ela está com gases?. Porém essa situação tem um poder incrível para que fique clara a diferença entre cavalheirismo, obrigação e gentileza. E em como isso tem impacto na nossa vida, como mulheres.

    Se ele

    Saiba mais »de Por que o cavalheirismo é ruim para as mulheres?
  • Liberdade sexual é poder dizer não

    Ser livre é poder fazer o que a gente quer. E não fazer o que não se tem vontade. Mas essa segunda parte é bastante esquecida, ainda mais quando falamos sobre sexo. A liberdade sexual foi uma conquista incrível conseguida pelas mulheres: podemos transar com quem queremos e ninguém tem nada com isso. Mas podemos dizer não?

    Quantas vezes você já ouviu o papo “olha a sua amiga, ela é tão livre, tão moderna. Ela transa com quem tem vontade, por que você não faz o mesmo?” de uma cara com quem as coisas estavam esquentando? Essa é uma das maneiras de usar a liberdade sexual contra você: colocando na sua cabeça que você tem obrigação de ser sexualmente ativa. Só que a verdade é que você não precisa.

    A beleza da liberdade é que você pode escolher esperar. Você pode ser virgem para sempre. Você pode provar e não curtir. Ou você pode amar sexo e transar todos os dias, com quem você bem entender. E você não tem obrigação de escolher nenhuma dessas alternativas pensando no outro, só em você. É

    Saiba mais »de Liberdade sexual é poder dizer não
  • Uma a cada cinco mulheres será estuprada em algum momento da vida, diz estudo

    Os números de boletins de ocorrência e processos relacionados à estupros vem aumentando no Brasil. Os dados são, ao mesmo tempo, tristes e reconfortantes. Tristes porque mulheres continuam sofrendo abusos e reconfortantes porque passaram a denunciar seus agressores. A vergonha e a humilhação ainda existem, mas têm sido deixadas de lado em nome da justiça.

    Nos Estados Unidos, a cultura de denúncia é bastante diferente da brasileira e isso facilita a produção de certos tipos de índices e pesquisas, como a realizada pela organização National Intimate Partner and Sexual Violence Survey. De acordo com o estudo, uma em cada cinco americanas será estuprada em algum momento de sua vida. Os números de violência sexual são assustadores.

    É assustador saber que, por exemplo, dentre os seus grupos de melhores amigas, ou primas, alguém sofrerá esse tipo de violência que deixa marcas eternas e transforma a vida de quem é vítima.

    O estudo mostra ainda que os Estados Unidos estão vivendo uma

    Saiba mais »de Uma a cada cinco mulheres será estuprada em algum momento da vida, diz estudo
  • Absurdo do dia: revista de moda publica fotos de crianças em poses sensuais

    Esse texto a seguir apareceu no meu Facebook e me fez pensar muito em como é que certas coisas são aprovadas, publicadas e ainda tem gente que acha normal. O texto é da roteirista carioca Renata Corrêa.

    “Muitas vezes, quando pensamos em pedofilia, imaginamos um tio pervertido ou um cara se escondendo atrás de um computador, ou de algo escondido, secreto. Mas a gente não fala de uma cultura de pedofilia, que está exposta diariamente, onde a imagem das crianças é explorada de uma forma sexualizada.

    A Vogue trouxe um ensaio na sua edição kids com meninas extremamente jovens em poses sensuais. Alguns podem dizer que é exagero. Que é pelo em ovo. Eu digo que enquanto a gente continuar a tratar nossas crianças dessa maneira, pedofilia não será um problema individual de um ‘tarado’ hipotético, e sim um problema coletivo, de uma sociedade que comercializa sem pudor o corpo de nossas meninas e meninos.”

     Revista

    Hoje também recebi um spam por mensagem de Facebook dizendo que os maiores abusadores de

    Saiba mais »de Absurdo do dia: revista de moda publica fotos de crianças em poses sensuais
  • Vídeo choca ao mostrar como padrões de beleza são impostos às mulheres

    Ser bonita não é fácil. Não na nossa sociedade. Não importa se você é gorda, magra, branca, negra, oriental… Você nunca está no padrão de beleza que as capas de revista cobram. É claro que algumas mulheres sofrem mais com seus biótipos e etnias, mas, no fim, nunca somos belas o suficiente.

    O cineasta Frederic Doazan criou um curta-metragem que mostra como o corpo da mulher é manipulado por interesses da mídia e da indústria da beleza. Se sentir-se segura tem muita ligação com sentir-se bonita, e para uma vida sexual interessante é importante sentir-se segura, como vamos ser sexualmente felizes com tanta cobrança? É um ciclo sem fim.


    Você tem alguma dúvida sobre sexo? Manda para mim no preliminarescomcarol@yahoo.com.br e siga-me no Twitter (@carolpatrocinio).

    Leia também:
    Pesquisa aponta que mais de 70% das mulheres não está totalmente satisfeita com o corpo
    Qual é a aparência de uma pessoa com HIV?
    Agência de modelos amputadas mostra beleza feminina 

    Saiba mais »de Vídeo choca ao mostrar como padrões de beleza são impostos às mulheres
  • Reações da vacina do HPV criam pânico no país. Tomar ou não tomar, eis a questão

    Quando as pessoas se posicionam contra vacinas, são chamadas de loucas. As vacinas são importantes para evitar doenças em grande escala e no meio disso, há efeitos negativos, é claro. Porém, qual a distância entre casos isolados e um problema que realmente deveria suspender a vacinação? É exatamente esse o caso da vacina contra o HPV, indicada para crianças a partir dos 9 anos – na rede pública, o foco são as meninas.

    Desde o começo da vacinação, sabe-se que há efeitos adversos que não foram divulgados aos pacientes e familiares nem pela campanha, nem pela mídia – sim, também sou culpada por isso. Assim como no Brasil, no Japão, França, Espanha, Índia, Colômbia e Estados Unidos a vacina causou problemas leves como desmaios, náuseas, fraqueza muscular, dormência, e mais graves como dor incapacitante, visão turva, histeria (um problema psicológico) e paralisia. Quem teve essas reações, não pode tomar a segunda dose, mas isso não vem sendo divulgado também.

    Na cidade de El Carmen, na

    Saiba mais »de Reações da vacina do HPV criam pânico no país. Tomar ou não tomar, eis a questão

Paginação

(431 artigos)