Amor e outras coisas

Mulheres no controle

Esta semana, fiquei observando as mulheres em atividade no mundo corporativo. Como são assertivas, decidas e, acima de tudo, "mandonas". É, somos assim. Crescemos assim e, como os homens, adoramos o poder. Será que vamos morrer assim? Será que não há possibilidade de voltarmos para nossas origens? E deixarmo-nos arrebatar por amor?!

Gostamos de mandar tanto quanto qualquer executivo em qualquer área. E, então, adeus a possibilidade de sermos conquistadas — assustamos… É! Uma vez decidido, adeus amor — casamos com o mundo corporativo. Podemos até exercer esse nosso poder de maneira sedutora — sem o outro perceber que está sendo conduzido ou escancaradamente — a la Meryl Streep, em "O Diabo Veste Prada" —, impor nossa vontade mesmo que em alguns casos haja alguma resistência.

Fato: somos nós mulheres sábias? Escolhemos ganhar espaço por nossas características intrínsecas de saber ouvir, saber acolher, saber receber, cuidar, amar etc, etc  ou, com toda nossa ignorância à flor da pele,  jogamos tudo isso para agir com soberania e criar nossos impérios de posse ou domínio de solidão com a força?

Ou seja: será que estamos mais masculinas enquanto os homens assumem a feminilidade? Para onde caminha o relacionamento nessa briga insana onde um toma o lugar do outro?

Carregando...

YAHOO MULHER NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Entretenimento