• Mulher faz gargarejo (Foto: GettyImages)Gargarejos auxiliam a combater o mau hálito (Foto: GettyImages)

    A função do gargarejo com enxaguatório é quase sempre a mesma: combater a formação da placa bacteriana, a principal responsável pelas doenças bucais como a cárie e a gengivite. Na prática, a maior parte das pessoas adquirem o produto sem saber se é o tipo certo para o seu caso e desconhecendo os riscos.

    De acordo com pesquisadores, há evidências de que enxaguatórios bucais com álcool contribuem para aumentar a taxa de câncer oral. O álcool presente nos enxaguantes contribui, principalmente quando utilizados diariamente, para o aumento das taxas de câncer oral de forma similar às bebidas alcoólicas. Sabe-se que o álcool é o segundo fator agravante para o câncer bucal, depois do tabagismo.

    Gargarejos podem ser bons para evitar mau hálito?
    O gargarejo com enxaguatórios ajudam a diminuir a quantidade de bactérias presentes na boca e consequentemente auxiliam para evitar o mau hálito. Porém eles não substituem a escovação e o uso do fio dental.

    Gargarejo deve ser feito com água ou com

    Saiba mais »de Gargarejos e saúde bucal
  • A mulher da minha vida sempre muda. Hoje, seria uma que soubesse me ajudar com o Imposto de Renda. Ponto. 

    Amaria uma despachante como quem ainda ama a Brigitte Bardot. Eu me declarando pra ela; ela, declarando pra mim. 

    A mulher da minha vida seria aquela que me vendesse uns dólares por um preço de amante.

    Tem dias, claro, que a mulher da minha vida seria aquela que assumisse minhas culpas e me escondesse da polícia.

    Uma que me pusesse chifres, eu bem que merecia.

    Outra que me amarasse na cama, ligasse para o meu trabalho e dissesse: “Tá com febre, dor de garganta, perdeu um parente ou está feliz demais pra sair dessa cama e ir trabalhar”.

    A mulher da minha vida jogaria toda minha bebida na pia. Não, não, a mulher da minha vida beberia mais do que eu. E, sendo assim, teríamos longas conversas sem pé nem cabeça, papos que terminariam, invariavelmente, entre lágrimas e sexo de reconciliação.  

    Pode ser que a mulher da minha vida fosse do tipo esquecida - e deixasse uma faca cravada no meu

    Saiba mais »de O Dia Internacional da Mulher (da minha vida)
  • O Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou um dado bastante interessante sobre a Lei Maria da Penha: ela diminuiu a tendência de crescimento da violência contra a mulher em cerca de 10%. O que isso quer dizer? Que não houve apenas uma queda no número absoluto de mulheres agredidas, houve uma queda na intenção de agredir e isso é realmente algo que transforma a sociedade.

    Para os descrentes, que dizem que o número de mulheres agredidas não merece destaque, o método se utilizou de números de homicídios contra as mulheres dentro dos lares confrontados com aqueles que acometeram os homens.

    Violência contra a mulher: chega!

    Outro ponto importante é o aumento de municípios com Casa Abrigo, que acolhe mulheres vítimas de violência e as permite recomeçar a vida em segurança. Já são 70 cidades, totalizando 77 abrigos.

    O caminho para erradicar a violência baseada em poder, em que se encaixa a violência doméstica e o feminicídio, é longo e árduo, mas os primeiros passos

    Saiba mais »de Lei Maria da Penha freia crescimento do feminicídio e da violência contra mulher
  • Seis fatos surpreendentes que deixam os homens inseguros

    Fonte: Think Stock
    O tamanho do pênis ou a calvície não são as únicas inseguranças do homem. Quando elas não curtem a roupa, o cabelo ou mesmo o sapato deles, eles se importam sim, apesar de muitos fingirem não se importar. Ok, existem as exceções, mas a real é que a maioria de nós quer que você curta a gente como um todo. Aqui vão seis coisas que abalam a autoconfiança de um homem, segundo a revista Women’s Health.

    1) Um carro feio
    Carros não são exatamente bons investimentos, então, se um cara está curto de grana, é óbvio que ele não vai tirar um carro zero na concessionária – a não ser que ele seja um sem noção ou ruim de matemática. Aliás, uma vez que o carro está comprado, quem se importa se o teto está descolando? Se o carro cheira a cigarro ou se o painel está quase falando quando você acelera? Se a lataria está mais enferrujada que o carro da sua avó de mil novecentos e bolinha? Ele simplesmente não se importa…a não ser que tenha uma mulher com ele no carro. Nesse momento, o cara não tira da

    Saiba mais »de Seis fatos surpreendentes que deixam os homens inseguros
  • "Vá lá e faz"

    A jornalista Jules Faria é uma mulher incrível. Criou um dos blogs feministas mais charmosos do Brasil, o Think Olga; transformou uma ideia simples numa campanha de enorme sucesso (Chega de Fiu-fiu, contra o assédio sexual, vai virar documentário); foi para as cabeças com o empreendimento Think Eva, um núcleo de inteligência do feminino. Ao perguntar a Jules qual era o conselho de mãe que valia para o trabalho, veio a seguinte resposta: “Eu gostaria de escolher um conselho poético e profundo. Mas vou com um eficiente e poderoso: “vá lá e faz”. Aprendi a ser uma ‘do-er’.”

    Jules conta que segue o lema das lean startups: faça e erre, erre rápido para aprender rápido. “O blog Olga foi ao ar sem nem que eu soubesse direito o que era. Claro: queria criar um produtor de conteúdo, mas sabia que Olga podia mais.”  E realmente pôde: do blog surgiram campanhas, encontros, pesquisa. “Por isso digo que o conselho foi tão importante. É ir e fazer mesmo. Não tem outra opção.”

    Leia também:

    A criadora

    Saiba mais »de "Vá lá e faz"
  • De acordo com o site Deficiente Online, há mais de 24 milhões de portadores de deficiência no Brasil e não é novidade que essas pessoas, assim como  os idosos, sofrem diariamente com a falta de estrutura para se locomoverem pela cidade. As ruas e as calçadas são cheias de buracos, rampas feitas sem planejamento e guias extremamente altas, sem rebaixamento. Diversos órgãos públicos e estabelecimentos comerciais também não oferecem essa estrutura. 

    Mas e em casa? Como é o cotidiano dessas pessoas que frequentemente precisam se locomover com cuidado? Nem sempre as casas estão prontas e a adaptação de alguns cômodos é fundamental para a segurança, o conforto e a liberdade desses moradores.

    De acordo com a arquiteta, urbanista e diretora da Doutor Resolve, Luma Serrachioli, para o portador de deficiência física os problemas podem começar logo na entrada da casa. “Se houver desnível é preciso criar uma rampa de acesso ou, no caso de deficientes visuais, acrescentar faixas com texturas e cores

    Saiba mais »de Acessibilidade - como ter uma casa adaptada
  • Grávida com sapatinhos de bebê sobre a barriga (Foto: GettyImagges)

    Fiquei feliz pela segunda gravidez da Luana Piovani. Acho lindo mulher grávida, acho lindo o milagre da vida, adoro ver as famílias crescendo. Fiz até um post fofo. Ponto final. Minha intenção não era voltar nesse assunto. Mas mudei os planos. Primeiro porque um jornal carioca deu uma nota afirmando que ela teria feito inseminação artificial. Não a conheço pessoalmente mas, como mulher (e mãe) fiquei revoltada. Ela fez inseminação? “So what”? Ou melhor: e daí? Quem tem alguma coisa a ver com isso a não ser ela e o marido, gente? Sinceramente não entendi a necessidade da especulação, não sei o motivo disso ter tido espaço no jornal e não acredito que as pessoas tenham interesse em algo tão pessoal, mesmo em se tratando de uma atriz tão conhecida. Se ela fez inseminação, se transou no carro, se foi fertilização…é problema dela!

    Também decidi mudar os planos e voltar ao tema porque, depois da publicação da nota, Luana usou as redes sociais de novo, dessa vez pra dizer que não foi

    Saiba mais »de Chega de julgamentos
  • Ontem eu estava assistindo o filme Scott Pilgrim com meus filhos e uma cena ficou na minha cabeça. Em dado momento, Ramona Flowers, uma das personagens de destaque, diz que o ex-namorado tem um jeito de entrar na cabeça dela que ela não consegue controlar. O atual namorado faz aquela cara de “poxa, que droga, perdi a garota dos meus sonhos” e ela explica que ele entra fisicamente na cabeça dela e mostra um chip. No mundo real não temos chips, mas quantas vezes não sentimos que uma pessoa entrou na nossa cabeça e não conseguimos mais tomar nossas próprias decisões?

    Apaixonar-se é tão visceral e perigoso que o corpo só permite que dure por tempo determinado – um período máximo de 48 meses, de acordo com a ciência – porque você coloca seu corpo e seu emocional em risco. Nesse período é como se a gente ficasse menos racional sendo guiado por emoções, enxergando apenas o que gostaríamos de ver no outro e deixando de lado mesmo os defeitos que nos enlouqueceriam sem os hormônios da paixão.

    Saiba mais »de Você entrou de cabeça no relacionamento e parece que ele controla sua mente? Cuidado!
  • Sete formas de saber se você é boa de cama

    Fonte: Think Stock
    Ser boa de cama é algo considerado essencial por muitas pessoas num relacionamento. Mas como ter certeza disso? Veja os sete sinais listados pelo Body and Soul e avalie se você manda bem debaixo dos lençóis – ou se deixa a desejar.

    1. Você se sente conectada com seu parceiro
    Sexologistas afirmam que o que torna o sexo bom não são técnicas específicas na hora H, mas sim duas pessoas sentindo uma conexão juntas. Sexo bom não é apenas uma experiência física, mas uma experiência compartilhada e significativa. Então, para ser bom de cama antes de tudo é preciso entender a dimensão de se conectar com seu parceiro além do nível físico. Casais que estudam o sexo tântrico, por exemplo, encontram uma conexão que vai além do físico.

    Fonte: Think Stock
    2. Você se sente segura
    Outra qualidade fundamental que a torna verdadeiramente boa de cama é ser confiante em relação a si mesma e se sentir sexy. Se você se sente bem consigo mesma, não só a sua libido irá aumentar, mas a sua experiência sexual também. Uma boa amante

    Saiba mais »de Sete formas de saber se você é boa de cama
  • image

    (Reprodução)

    Angelina Jolie é a quinta atriz mais bem paga de Hollywood e a terceira mais poderosa, segundo a revista Forbes. Mas é insuperável quando o assunto é atenção da mídia: seu casamento com Brad Pitt esteve entre os temas mais comentados de 2014 e, quem diria, seu original véu rebordado com desenhos feitos pelos filhos virou moda e inspirou looks de grifes que desfilaram recentemente nas semanas de moda internacionais.

    image

    Desfile Valentino Primavera-Verão/2015 no Paris Haute Couture (GettyImages)

    Tanto Valentino, em seu desfile de alta-costura em Paris, quanto a Dolce & Gabbana, que mostrou sua coleção neste último domingo (1 de março) em Milão, na Itália, apresentaram  vestidos com desenhos e palavras rebordados como se tivessem sido feitos por crianças. A semelhança com o véu de Angelina é mais do que mera coincidência! 

    Desfile Dolce & Gabbana Inverno/2016 em Milão(Divulgação)

    Enquanto a maioria dos desfiles em semanas de moda internacional é bem sisudo (para se ter uma ideia as

    Saiba mais »de O efeito Angelina: original véu da atriz inspira grifes
Carregando...

Paginação

(1.000 artigos)

Siga o Yahoo Entretenimento