Cinco atitudes que podem estragar o seu relacionamento

Cuidado com o que você faz e não percebe: pode estar envenenando seu relacionamento. (Foto; Thinkstock)
É comum ouvirmos falar de comidas e substâncias que consomem nossa saúde em silêncio. Porém, embora ninguém ouça falar nelas com a mesma frequência, existem ameaças parecidas que são perigosas para nossos relacionamentos. O quanto antes você identificar alguma dessas cinco coisas no seu relacionamento, maiores são as chances de salvá-lo.

1. Você critica seu parceiro mais do que o elogia.
Pense um pouco sobre como você se sente quando seu parceiro, pai, amigo ou chefe foca em tudo que você não está fazendo ao invés de elogiar todos os esforços positivos que você tem feito. É horrível, não é? Você não quer ficar cada vez mais longe dessa pessoa? Talvez seu parceiro também queira...

2. Você se prende aos erros que seu parceiro cometeu no passado, embora esteja tentando não repeti-los. Existe um ditado que resume perfeitamente a futilidade de se prender a velhas mágoas e rancores: "Ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra".

Uma coisa é seu parceiro continuar cometendo o mesmo erro desrespeitoso uma vez após a outra. No entanto, se depois de um pedido de desculpas sincero, ele ou ela tem tomado medidas efetivas para mudar, deixe as mágoas de lado, porque o contrário não trará qualquer benefício para ambos.

Quando você se prende aos erros passados do seu parceiro e não aprecia seus esforços para crescer, você está punindo ele ou ela injustamente, e pode estar condenando seu relacionamento enquanto isso.

3. Você ou seu parceiro sofre de depressão, mas não busca ajuda. Por incrível que pareça, mais relacionamentos são destruídos por esse motivo do que por qualquer outro. Como os sintomas da depressão são invisíveis (insônia, fraqueza, tristeza, baixa autoestima, desespero e raiva)  nós os ignoramos ou negamos.

O estresse do trabalho, a perda do emprego ou de um ente querido, doenças e traumas, tudo isso pode ser perigoso. Não se engane: a depressão não tratada distorce nossa percepção, nosso senso de esperança e possibilidade, e nos faz agir e reagir de maneira altamente destrutiva.

Caso você ou seu parceiro tenha demonstrado sinais de depressão por mais de um mês, busque apoio imediatamente em sua comunidade local. Encontre um terapeuta, converse com um médico de confiança e não descarte a possibilidade de medicação se os sintomas persistirem.

4. Você age na defensiva e é teimosa quando seu parceiro faz críticas construtivas. A menos que o local esteja cheio de espelhos, você vê todo mundo menos a si mesmo ao entrar em uma sala. Quando seu parceiro lhe diz que algo que o irrita ou magoa, você geralmente leva a sério ou reage como um aluno do jardim de infância? Você diz coisas como "você também faz isso!" ou "eu não!"? Se sim, pare agora.

Em vez disso, respire fundo, veja se o que seu parceiro está dizendo é verdade e assuma a responsabilidade. Pare de fazer críticas se não pode aceitá-las, e faça mudanças de verdade.

5. Você espera que seu parceiro seja perfeito e não lembra que somos todos imperfeitos.
Escolha suas implicâncias com sabedoria. Não podemos obter tudo de uma pessoa, nem darmos tudo a ela. Todos já estivemos ao lado de alguém que nunca está satisfeito conosco. “Pegue leve” quando puder, seja com você mesmo ou com seu parceiro, e somente isso já melhorará o clima em um relacionamento sufocado sob o peso de expectativas irrealistas.

Fonte: Yahoo! Shine

Carregando...

YAHOO MULHER NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Entretenimento