8 tipos de bonecas e sua função cultural

Brincar de boneca é essencial. A criança começa, a partir da brincadeira, a aprender a se relacionar com si mesma e com as outras pessoas. A boneca muitas vezes toma o papel de filha, de irmãzinha ou de amiguinha. E a criança também preenche estes papéis, simulando a realidade em um universo mágico.

Buscamos alguns tipos diferentes de bonecas que, ou marcaram época, ou entraram para a história como diferentes manifestações desta necessidade do "brincar". E a brincadeira é tão séria que muitas bonecas permanecem em nossa memória e na própria cultura. No Hospital das Bonecas, brinquedos e games, o maior Hospital de bonecas e brinquedos do país, mais de 1500 pessoas são atendidas por mês.

O Hospital de Bonecas mistura a brincadeira com a realidade: enfermeiras atendem os "pacientes", ambulâncias vão buscar a boneca danificada e o conserto é encarado como uma operação.

Contamos com a ajuda deles para obter informações mais precisas sobre diferentes bonecas. Vamos lá.

pequenininhas, surgiram para representar crianças que morriam muito pequenas. (Foto: Divulgação) Kokeshi - boneca japonesa

Época: 1603 - 1867 (Era Edo)

Existem diversas lendas sobre o surgimento destas bonecas. Alguns dizem que, no Japão antigo, elas eram produzidas em homenagem a pequenas crianças que não atingiam 1 ano de vida. O fato histórico conhecido é que, no Japão as bonecas geralmente eram de porcelana e muito caras. Uma alternativa que os artesãos da região de Tohoku encontraram foi criar bonecas de madeira, mais acessíveis para a população local e ideal para vender aos turistas. Deu certo e hoje as Kokeshis são vendidas no mundo todo como uma boneca típica japonesa.

Elas são feitas para guardar uma dentro da outra. (Foto: iStock) Matrioshka - A boneca russa

Época: por volta de 1890

A boneca russa na verdade é um conjunto de bonecas. São bonecas ocas, geralmente pintadas na madeira, que costumam vir em grupos de 5 ou 7, uma dentro da outra. A boneca menor é maciça e representada como um bebê. Ficou famosa em 1900 quando foi apresentada em uma exposição em Paris. Hoje em dia, é adorada no mundo todo e utilizada como um objeto decorativo, pois traz belas pinturas sob diferentes temáticas.

Existem crenças de que ela traz boa sorte à colheita. (Foto: iStock) Boneca de sabugo de milho - "Mamãe foi pra roça…"

Época: Desconhecida

A boneca de sabugo surgiu em um ritual para a colheita. O último sabugo que sobrava da plantação era guardado e tratado como totem, adorado como uma pessoa ou dinvindade. Dizem que o nome doll, em inglês, vem de idol, ou seja, a boneca tratada como um ídolo ou uma idealização.

Sabemos que, no Brasil, famílias muito pobres que viviam da roça utilizavam uma espiga de milho como boneca. As mães costuravam bracinhos e enfeitam o sabugo até parecer uma boneca de verdade.

As primeiras do tamanho real de uma criança (de 4 anos, no caso). (Foto: Divulgação) Boneca amiguinha - Do tamanho de uma criança

Época: Anos 60

A Boneca Amiguinha foi lançada nos anos 60. É uma boneca grande, do tamanho de uma criança de 4 anos, dando a impressão que a criança está com uma amiga de verdade. Nos anos 70 e 80 ela foi relançada e as vendas foram um sucesso. Em 2000 ela foi relançada novamente, porem de tamanho menor e com o rosto diferente da antiga. Todas as crianças desejavam esta boneca, mas poucas tiveram, pois ela era muito cara na época.

Com o mesmo propósito da Barbie: servir para as meninas brincarem de trocar roupa e treinas a criatividade fashion. … Boneca Susi - Uma boneca que troca de roupa

Época: Anos 60

A boneca Susi foi lançada nos anos 60, com a mesma proposta da boneca Barbie: uma boneca que "as meninas gostam de vestir". A boneca tinha roupas e acessórios que podiam ser trocados e isso fez com que a boneca fosse a mais vendida da época.

Para as crianças treinarem as habilidades maternas. (Foto: Divulgação) Boneca mãezinha -Quem nunca brincou de "mamãe e filhinho"?

Época: anos 70

Todas as crianças passam pela fase em que querem se colocar no lugar da mãe, e geralmente pegam uma boneca para ser seu filho. Aproveitando-se deste pensamento mágico, a boneca Mãezinha foi lançada nos anos 70. Funcionava a corda que tocava música de ninar para o bebê que a acompanhava. Essa boneca fez muito sucesso na década de 70 e 80.

Foi a boneca mais vendida do ano. (Foto: Divulgação) Boneca bate-palminha - A mais moderna dos anos 80.

Época: anos 80

A boneca bate-Palminha foi lançada nos anos 80, era a boneca mais moderna da época porque tinha um mecanismo, cantava "parabéns pra você" e batia palmas. Funcionava com duas pilhas. Devido à novidade que era, foi a boneca mais vendida do ano.

A propaganda fez quase tanto sucesso quanto a boneca pois tinha um jingle que pegou entre a criançada. (foto:  … Boneca Lú patinadora - Lá, lé, lí, ló, lú patinadora.

Época: anos 80

A Lú patinadora foi a boneca que marcou época devido ao jingle que não saía da cabeça das crianças. Se você viveu os anso 80 e 90, vai se lembrar do comercial da boneca, que patinava ao som do refrão "Lá, lé, lí, ló, lú patinadora.". Como a bate-palminha, bonecas com algum mecanismo chamavam muita atenção e faziam sucesso com as crianças na época, e a Lú patinadora, é claro, patinava.

Carregando...

Siga o Yahoo Entretenimento